Histórico

O PPGEnFis/UFES é um programa que iniciou suas atividades em Agosto/2011.

A origem do PPGEnFis/UFES vem do período de 1998-2010 quando a área de Pesquisa em Ensino de Física estava inserida no Programa de Pós-Graduação em Física dessa Universidade. Em 2008, quando os critérios da CAPES foram alterados, a Comissão de Avaliação da CAPES da área de Física e Astronomia recomendou que a Área de Pesquisa em Ensino de Física do PPGFis fosse desativada para que fosse criada uma Pós-Graduação na Área 46 – Ensino da CAPES. Assim, desde então, embora a demanda de estudantes para fazer o Mestrado na Área de Ensino de Física tenha continuado, não foi mais possível aceitar estudantes para essa área no PPGFis e, em Fevereiro/2010 e Março/2010, foram defendidas a última Tese de Doutorado e Dissertação de Mestrado respectivamente. Um balanço geral desses 12 anos da área de Ensino de Física no PPGFis mostra que foram capacitados 15 (quinze) profissionais, dos quais, 5 (cinco) são concursados na UFES e, atualmente, 3 (três) são Professores dessa Universidade: dois no Departamento de Física do Campus de Goiabeiras em Vitória e um no Campus de São Mateus no Norte do Estado. Além daqueles profissionais que hoje atuam nos Ifes do Espírito Santo e Santa Catarina.

Dessa forma, esses novos quadros da área de Ensino de Física, aliados aos professores da área de Ensino de Física e outras áreas da Física do Departamento de Física da UFES em conjunto com professores de Departamentos da área de Educação e Engenharia de Produção, foi criado o PPGEnFis/UFES em uma proposta multidisciplinar que iniciou suas atividades em Agosto/2011. Nesse contexto, nesses 30 meses de atividades, o PPGEnFis/UFES realizou três processos seletivos devido a natural demanda de candidatos e, em 2013 passou a ter 30 mestrandos que têm participado de congressos e simpósio na área de ensino com apresentação de trabalhos.

A prática desses mestrandos na vida acadêmica profissional com a escrita e apresentação de trabalhos em congressos tem contribuído para uma mudança de paradigma de um profissional restrito a sala de aula para um profissional com uma visão sistêmica e ampliada da realidade em que está inserido. Nesse sentido, o PPGEnFis/UFES tem provido alternativas concretas para sua prática profissional relacionadas tanto a metodologias quanto a teorias de aprendizagens inerentes a ação de ensinar.

É importante ressaltar que nos anos de 2012 e 2013 foram realizados o 1º e 2o Seminários Interno de Pesquisa do PPGEnFis/UFES que teve participação maciça dos professores e de todos os mestrandos, além da participação de orientandos PIBIC e PIBID dos professores do programa. Os Seminários tiveram a participação de pesquisadores de outras instituições que ministraram palestras e mini-cursos relacionados aos temas relacionados aos objetivos do PPGEnFis/UFES além de natural conexão com as temáticas das dissertações que passaram a ser defendidas em 2014. Maiores informações podem ser encontradas no endereço http://sociedadedasaguas.org/ppgenfis-ufes/.

Com a implementação do Mestrado Nacional Profissional em Ensino de Física – Sociedade Brasileira de Física - MNPEF-SBF pela CAPES em 2013, o PPGEnFis/UFES vislumbrou a oportunidade de se integrar a uma ação de política pública do governo federal que traria benefícios ao Programa não só no tangente a disponibilização de Bolsas de Mestrado mas também que possibilitasse uma maior sustentação acadêmica e política dentro da Universidade. Dessa forma, a partir de 2013/2 o PPGEnFis/UFES associou-se ao MNPEF-SBF e realizou mais um processo seletivo com a entrada de mais 10 mestrandos. Esse movimento nos levou a ampliação do quadro de docentes que passou a incluir professores do Campus de Goiabeiras-Vitória, Campus de São Mateus no norte do Estado e Campus de Alegre no sul do Estado capilarizando, dessa forma, a ação do PPGEnFis/UFES por todo Estado do Espírito Santo.

Apesar do apoio financeiro e de infraestrutura da administração central da UFES junto ao Programa e de nosso alinhamento ao MNPEF-SBF, ressaltamos a necessidade e importância de um programa de fomento dos Mestrados Profissionais semelhante ao que está disponível aos Mestrados Acadêmicos.

Ainda sobre a associçao ao Mestrado Nacional Profissional em Ensino de Física (MNPEF), durante o processo de criação do mesmo, a Sociedade Brasileira de Física preocupou-se com a preservação dos programas similares ao MNPEF já existentes em três universidades do país: os cursos de mestrado profissional em ensino de física da UFES, da UFSCar e da UFRJ.

Os programas da UFRJ e da UFES participam do MNPEF com projetos em que co-existem os alunos ingressantes pela seleção nacional e ingressantes nas seleções regulares locais. Com isso, o preenchimento das informações sobre os polos 12 e 22 do MNPEF foi feita, no coleta CAPES, dentro desses programas previamente existentes, e os dados devem ser considerados no processo de avaliação do MNPEF.

Alunos Formados e Matriculados:O programa já formou 37 mestres e conta com 30 alunos regularmente matriculados, todos no mestrado.

Nome dos coordenadores e coordenadores-adjuntos:

Período: 2013-2015
Coordenador: Laércio Ferracioli
Coordenador-Adjunto: Giuseppi Gava Camiletti

Período: 2011-2013
Coordenador: Laércio Ferracioli
Coordenador-Adjunto: Thieberson da Silva Gomes

Histórico do conceito CAPES do programa:

Período de Avaliação: . . . . . Conceito:

2013-2015 . . . . . . . . . . . . . . a ser concedido até o final de 2016
2011-2013 . . . . . . . . . . . . . . 3

Transparência Pública
Acesso à informação

© 2013 Universidade Federal do Espírito Santo. Todos os direitos reservados.
Av. Fernando Ferrari, 514 - Goiabeiras | Vitória, ES -Brasil | CEP 29075-910