Summary: Um dos grandes problemas encontrados no ensino de física, nos diversos níveis de ensino, é a maneira como se leciona, sendo que tradicionalmente um grande formalismo matemático está intimamente atrelado ao ensino de física. Esta relação, via de regra, submete o aluno a uma série de exercícios que muitas vezes são repetitivos e utilizando-se apenas uma aplicação de fórmulas que são decoradas e não entendidas.
Com essa memorização de expressões matemáticas, o aluno não consegue fazer uma ligação entre o que está sendo ensinado com os fenômenos físicos do dia-a-dia, ocasionando um grande desinteresse dos estudantes perante o conhecimento formal apresentado.
Por outro lado, sabe-se que os alunos estão imersos em um mundo completamente digital e informatizado. Hoje a internet, que é acessível a grande parcela da população, invade nossas vidas e está muito próxima inclusive em nossos celulares, fazendo o impossível tornar-se palpável, como navegar pelo corpo humano e visualizar a Terra do espaço sem sair do lugar. É difícil, portanto, prender a atenção do aluno em aulas feitas do conjunto lousa + professor, concomitantemente com a memorização de fórmulas.
Outro fator complicador no ensino de física é a falta de espaços e/ou materiais que possibilitem o desenvolvimento de atividades experimentais, afinal a abordagem experimental no ensino de física com enfoque fenomenológico pode facilitar a compreensão de conceitos físicos, além de encorajar a aprendizagem ativa, motivar e despertar o interesse, desenvolver o raciocínio lógico e a comunicação.
Diante desta realidade a utilização de laboratórios experimentais, vídeos, simuladores entre outros recursos tecnológicos que nos dias atuais estão acessíveis a todos. Podemos utilizar como exemplo o Arduíno, que é um tipo de microcontrolador que pode ser facilmente programado e utilizado em diversas abordagens experimentais.
Desta forma, observa-se que as TIC’s associadas com os processos de ensino aprendizagem podem e devem ser utilizadas na elaboração de propostas educacionais que atendam às necessidades dos diferentes sujeitos que apresentam diferentes necessidades. Tal abordagem permite que o aluno participe dinamicamente, observando, medindo, calculando os resultados obtidos e logo se deparando com situações reais, onde pode relacionar o seu aprendizado com situações cotidianas é fundamental.

Starting date: 2019-01-09
Deadline (months): 48

Participants:

Rolesort descending Name
Collaborator * Paulo Roberto Ferreira da Silva
Collaborator * Edna de Souza da Silva
Collaborator * Luciana Vianna Gomes Alvarenga
Collaborator * Vinicius Teixeira Mardegan
Coordinator * Rodrigo Dias Pereira

Pages

Acesso à informação
Transparência Pública

© 2013 Universidade Federal do Espírito Santo. Todos os direitos reservados.
Av. Fernando Ferrari, 514 - Goiabeiras | Vitória, ES -Brasil | CEP 29075-910